30/12/2008

Oficina de Elaboração de Itens do Estado de Tocantins

Por Eutarzan Carvalho
26 de novembro de 2008

A Seduc – Secretaria da Educação e Cultura do Tocantins – promoveu na manhã de quarta-feira, 26, a abertura das Oficinas de Elaboração de Itens de avaliação. O evento aconteceu no auditório da Escola Municipal Vinícius de Morais em Palmas e contou com as presenças do diretor do Ensino Fundamental, Roniglese Pereira de Carvalho Tito, do profº Dr. Frederico Neves Conde do MEC – Ministério da Educação e a secretária da Educação e Cultura do Tocantins, Dorinha Seabra Rezende.

As Oficinas têm por objetivo treinar professores de Língua Portuguesa e de Matemática, do ensino fundamental e médio, para a elaboração de itens de avaliação para a Seduc. Os conteúdos aplicados têm como base as Matrizes de Referência do SAEB – Sistema de Avaliação da Educação Básica.

Na oportunidade, a profª Doninha falou da importância da formação inicial, continuada e das avaliações que estão em discussão nas oficinas. “Temos atualmente no Brasil, cerca de cinco estados que estão realizando a formação continuada e o Tocantins é um deles. Nós estamos promovendo a Formação Inicial desde 1996, e nessa época, mais 50% dos professores eram leigos. Depois de avaliarmos a qualidade de nossos educadores, começamos um programa de regime especial para formação dos mesmos para matemática, química, biologia, física e pedagogia, e com isso, melhorar a qualidade do ensino”, concluiu.

A palestra de abertura foi “A Daeb e as Avaliações da Educação Básica”, proferida pelo especialista do Inep – Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira – profº. Dr. Frederico Neves Conde. Na oportunidade, o professor expôs as diretrizes e metodologias para a elaboração de Itens de avaliação da educação básica.

“A proposta das oficinas de Elaboração de Itens está dentro de uma ação do Inep, que é disseminar a cultura de avaliação no país. Além disso, o objetivo é oferecer algumas informações para que os profissionais da educação possam elaborar instrumentos que propicie resultados com bom grau de validade e precisão nas avaliações”, revelou Conde.

Fonte: site da Secretaria de Estado da Educação de Tocantins.

Nenhum comentário:

Ocorreu um erro neste gadget