30/01/2009

Vamos ao Show em Brasília



Não tenho todos os discos do Iron. Tenho os melhores.

Toque aí um iron....

Toque aí

24/01/2009

Testes jogados no lixo

Na última reunião plenária do Conselho Regional de Psicologia, foi demonstrada uma preocupação muito grande, por parte dos Conselheiros, com relação à propagação de cursinhos e de sites que orientam candidatos a concursos públicos a responder de forma "adequada" a testes psicológicos.

Um teste, para apresentar parâmetros científicos de qualidade, depende de inúmeros estudos cuja realização pode demorar anos. Basta uma divulgação de alguns de seus itens ou informações sobre como se calculam escores para que perca sua validade.

Qual será a solução, além de imputar penas a psicólogos e estudantes que praticam essa divulgação? E quando a ação é realizada por não-psicólogos?

Penso que deveremos procurar alguma solução a partir do uso de recursos informatizados com senha e criptografia de testagem. Bom... Isso se os piratas não burlarem a segurança.

Frederico Neves Condé
www.projetotheta.com.br

16/01/2009

Slayer

Defesa de Tese de Frederico Neves Condé

Acesse as fotos da defesa.
Relação entre características do teste educacional e estimativa de habilidade do estudante

Frederico Neves Condé

Resumo
O presente estudo teve como objetivo verificar a relação de características de testes educacionais de matemática e a validade e a fidedignidade das habilidades de estudantes estimadas por meio da Teoria de Resposta ao Item (TRI). Estudos prévios mostraram que dois testes de matemática aplicados em 2005 a estudantes de 8ª série do Ensino Fundamental, a ANEB, contendo 155 itens, e a Prova Brasil, contendo 81 itens, apresentaram resultados de estimativas de habilidade diferentes para grupos com características semelhantes. Esses resultados não foram os esperados, já que a TRI, teoricamente, permite a estimação das habilidades dos estudantes independentemente das características do teste, uma vez que seus pressupostos são atendidos. O grau de cobertura da matriz de referência e os parâmetros psicométricos dos testes foram analisados para subsidiar a composição de testes simulados. Utilizando o teste ANEB como referência, quatro testes (formas A, B, C e D) foram simulados com diferentes números de itens (104 e 81) itens, a partir da variação de seu grau de dificuldade e de discriminação. As estimativas de habilidade dos estudantes foram comparadas entre os testes originais ANEB e Prova Brasil e entre os quatro testes simulados. Evidências de validade e de fidedignidade foram investigadas. Resultados revelaram que estudantes que responderam à Prova Brasil obtiveram estimativas de habilidade maiores em 0,2 desvios-padrão que estudantes que responderam ao teste ANEB. Essa diferença, significativa ao nível de 5%, não pode ser explicada em função de baixo grau de validade de um dos testes, já que foram encontradas evidências de bom grau de validade para ambos os testes quanto às características: grau de cobertura da matriz de referência, elaboração e revisão de itens, análise pedagógica e análise de Funcionamento Diferencial do Item. Os resultados de análise unidimensionalidade podiam ter sido utilizados para decidir quais itens seriam considerados para estimar as habilidades dos estudantes e serviriam como uma evidência adicional de validade. A comparação ente quatro testes simulados e os testes originais indicaram que o número de itens dos testes respondidos pelos estudantes, a qualidade discriminativa dos itens e a relação do parâmetro b com o parâmetro de habilidade são acompanhados de um aumento da fidedignidade dos testes. Os resultados da investigação sugerem que as diferenças observadas quanto às estimativas de habilidade entre ANEB e
Prova Brasil estão associadas ao pequeno número de itens discriminativos para estudantes com estimativas baixas e médias. Com base nos resultados do estudo, recomenda-se a inclusão, nos testes de matemática, 8ª série, de um número maior de itens discriminativos para as faixas baixa e média de habilidades estimadas. Os resultados podem auxiliar o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais (INEP) na composição de testes para os próximos processos avaliativos.
Palavras-chave: Construção de testes, Teoria de Resposta ao Item, Validade, Fidedignidade, SAEB, Prova Brasil.

Novo Site do Projeto Theta

Versão Beta do novo Site do Projeto Theta.

Aguardem.

13/01/2009

CRP-01 - Fórum

Prezada(o) Colega,


A comunicação nunca foi tão dinâmica e a informação tão valiosa. Em uma sociedade de grupos tão complexos, a busca pelo ideal democrático passa inevitavelmente pelos meios de comunicação em massa, e pelas possibilidades que eles nos oferecem.


O CRP-01 acredita que é possível informar da Psicologia em nossa sociedade, aproveitando as ferramentas tecnológicas que estão ao nosso alcance. Assim, criamos um fórum virtual: o Fórum-01. Através dele, você pode participar de discussões relevantes da área, conferir opiniões dos colegas da categoria, deixar sua opinião, e até propor temas para discussão. Nosso fórum virtual está dividido por sessões que abrangem os principais domínios de interesse da classe.

Com as discussões feitas nesse espaço, o CRP-01 poderá ter um conhecimento mais amplo da situação dos profissionais e assim poderá atender melhor às suas necessidades.

Nossa expectativa é que, no Fórum 01, os psicólogos da primeira região encontrem um espaço propício ao diálogo, pois, sem ele, nenhum grupo social se aperfeiçoa.

O valor das ferramentas de que dispomos só pode ser medido pela forma como as empregamos. Portanto, dê sua contribuição! Participe do Fórum 01 e divulgue-o entre seus colegas de trabalho!


Você pode acessá-lo através da página inicial do CRP-01 (clicando na palavra Fórum):

www.crp-01.org.br

ou entre diretamente clicando no endereço abaixo:

http://www.crp-01.org.br/forum/


Vote e comente

Outro espaço de interação no site do CRP-01 é a enquete, onde os internautas podem expressar sua opinião. Porém, alguns temas são mais polêmicos e ensejam maiores debates, o que demanda um espaço maior para manifestações. Pensando nisso, a enquete passa a oferecer um espaço no qual você pode comentar o seu voto ou mesmo sugerir outras opções de resposta. Basta clicar em “Comentar” e você será redirecionado para um tópico no Fórum-01, desenvolvido para receber sua opinião.

O tema desta semana foi baseado em pesquisas em fóruns na internet, que destacaram três opções como os maiores problemas enfretados pela profissão atualmente: uma melhor remuneração, uma carga horária mais equilibrada e a criação de um maior número de vagas para a área em concursos públicos. Entretanto, podem haver outras não citadas. Sendo assim, o CRP-01 quer saber, na sua opinião, qual tem sido o maior desafio da categoria? Em temas polêmicos como esse, sua participação é ainda mais importante. Acesse nosso site e comente!

Coordenação de Comunicação Social - CRP-01

O conteúdo dessa mensagem pode ser livremente distribuído e divulgado, desde que mantida a integridade da informação.
Ocorreu um erro neste gadget