24/01/2009

Testes jogados no lixo

Na última reunião plenária do Conselho Regional de Psicologia, foi demonstrada uma preocupação muito grande, por parte dos Conselheiros, com relação à propagação de cursinhos e de sites que orientam candidatos a concursos públicos a responder de forma "adequada" a testes psicológicos.

Um teste, para apresentar parâmetros científicos de qualidade, depende de inúmeros estudos cuja realização pode demorar anos. Basta uma divulgação de alguns de seus itens ou informações sobre como se calculam escores para que perca sua validade.

Qual será a solução, além de imputar penas a psicólogos e estudantes que praticam essa divulgação? E quando a ação é realizada por não-psicólogos?

Penso que deveremos procurar alguma solução a partir do uso de recursos informatizados com senha e criptografia de testagem. Bom... Isso se os piratas não burlarem a segurança.

Frederico Neves Condé
www.projetotheta.com.br

Nenhum comentário:

Ocorreu um erro neste gadget