17/05/2012

Nota de esclarecimento da Vetor sobre a situação do PMK junto ao CFP

Se publiquei o esclarecimento do CFP quanto à retirada do PMK da lista de testes favoráveis, apresento a nota de esclarecimento da Vetor Editora sobre o assunto.

Em 16 de maio de 2012, por Vetor Editora.

A VETOR Editora vem a público esclarecer a sociedade e, principalmente a respeitada categoria de psicólogos(as), acerca da situação atual do Teste Psicodiagnóstico Miocinético – PMK perante o Conselho Federal de Psicologia – CFP.


Como já é de conhecimento geral, na presente data de 16 de maio de 2012, o XV Plenário do CFP publicou no site oficial da instituição a informação, oriunda de decisão proferida pelo seu conselheiro presidente Humberto Verona, de que o Teste PMK encontra-se com uso proibido por psicólogos para o exercício de suas atividades profissionais. 

A assim denominada "Nota de Esclarecimento do CFP sobre o teste psicológico PMK" (disponível em http://www.pol.org.br/pol/cms/pol/noticias/noticia_120515_001.html# ), também assinada pelo Instituto Brasileiro de Avaliação Psicológica – IBAP, teve como base o parecer desfavorável ao instrumento emitido pela Comissão Consultiva em Avaliação Psicológica – CCAP do CFP, que integra a atual estrutura do Sistema de Avaliação de Testes Psicológicos – SATEPSI, presidido no momento pelo psicólogo Ricardo Primi. 

Cumpre esclarecer a todos que o processo de avaliação/revalidação do Teste PMK vem se caracterizando por uma inexplicável sequência de falhas, arbitrariedades e descumprimentos de normas institucionais ditadas pelo CFP em suas próprias Resoluções. As injustificáveis ações da instituição que assegura defender a sociedade sob o lema "Cuidar da Profissão" levou a VETOR Editora, no início do ano, a impetrar o mandado de segurança nº 0005933-51.2012.4.01.3400 perante a 6a Vara Federal da Primeira Região, em Brasília-DF, com pedido de ordem liminar, para resguardar os interesses da empresa e da categoria de psicólogos em sua boa prática profissional, buscando a preservação do consagrado Teste PMK. 

Tamanhas eram as evidências da danosa ação do CFP no que tange ao processo de revalidação do Teste PMK que o Meritíssimo Juiz Federal Bruno César Bandeira Apolinário concedeu, imediatamente, a liminar requerida no referido mandado de segurança, proibindo o CFP de publicar qualquer informação que descredenciasse o PMK. Como forma de respeito, transparência e lisura, todos os documentos citados encontram-se disponíveis na Editora para consulta dos interessados. 

Mais uma vez, no entanto, com profunda estranheza e indignação, a VETOR Editora foi surpreendida, nesta manhã do dia 16 de maio de 2012, com um comunicado do CFP à sociedade de que o Teste PMK está reprovado pelo CFP para o exercício profissional dos psicólogos. O comunicado, publicado durante a madrugada, já causou uma corrida aos distribuidores estaduais da VETOR, por parte dos profissionais envolvidos na atividade de aplicação de testes psicológicos de personalidade, para substituição do PMK. 

No referido comunicado, o CFP não esclarece do modo como deveria, que, em sede de recurso ao parecer desfavorável ao PMK, a própria VETOR Editora já apresentou à instituição, desde fevereiro de 2012, material para análise, reconsideração e revalidação, aguardando desde então um posicionamento daquele Conselho. Frise-se que o material em questão foi elaborado sob a produção e coordenação do respeitado Prof. Dr. Luiz Pasquali e sua equipe. 

Em consequência ao inesperado comunicado do CFP da madrugada de hoje, a VETOR Editora vê-se, agora, obrigada a suspender temporariamente a comercialização do Teste PMK para uso profissional da categoria. Ao mesmo tempo, informa a todos que a VETOR já está tomando todas as medidas jurídicas necessárias para reverter a lastimável situação criada pelo CFP no encerrar do ano temático da Avaliação Psicológica. 

Diante do completo desconhecimento dos motivos explícitos que levam o CFP a uma antecipada e inconsequente notícia pública de reprovação do Teste, com repercussões negativas imediatas não apenas à Editora, mas à classe dos psicólogos e à sociedade civil em geral, a VETOR Editora vem comunicar publicamente seu repúdio ao mencionado comunicado do CFP. 

A referida Nota de Esclarecimento do CFP informa que as avaliações realizadas com o Teste PMK até o dia 09 de maio são consideradas válidas e novas avaliações a partir do dia 10 de maio estariam proibidas. Contudo, a publicidade da notícia foi realizada apenas no dia 15 de maio. Nesse sentido, não temos qualquer informação oficial a repassar aos colegas psicólogos quanto aos procedimentos ocorridos entre o dia 10 e o dia 15 de maio. Implicações sobre a nulidade das Avaliações para obtenção da Carteira Nacional de Habilitação – CNH, porte arma, processos seletivos privados, concursos públicos e eventuais prejuízos morais e financeiros aos psicólogos ou sujeitos avaliados desse período deverão ser esclarecidas pelo próprio CFP. Solicitamos a todos aqueles que se consideram prejudicados pela situação instaurada, entrarem em contato com o CFP pelos canais: (61) 2109-0100 ; www.pol.org.br ; gerencia@pol.org.br. 

Contamos com a compreensão de todos e agradecemos aos psicólogos, amigos e parceiros que ajudaram a construir a história da VETOR Editora nos seus respeitados 45 anos de verdadeira contribuição à psicologia brasileira. 



São Paulo, 16 de maio de 2012. 




Nenhum comentário:

Ocorreu um erro neste gadget